VIH e as células-tronco

O HIV é um problema global e afeta a todos, não importa onde no mundo você vive. Encontrar novas formas de cura contra o HIV é um fator-chave nas mentes de muitos pesquisadores. Mas, apesar de termos feito progresso com medicamentos antivirais, alguns pacientes de AIDS desenvolveram uma resistência a estas drogas e para outros os efeitos colaterais causam muitos problemas.

Novas defesas contra o VIH

Uma área importante de pesquisa para o HIV é observar como as terapias de células-tronco podem ajudar. Em um estudo recente, os cientistas descobriram que a terapia de células-tronco poderia ativar o sistema imunológico com uma defesa especial contra o VIH. Sua esperança é que este novo tratamento possa ser uma nova arma na luta contra o VIH.

Curar o vih

Melhor qualidade de vida para as pessoas afetadas pelo VIH

Os pesquisadores esperam que este tratamento inovador contribua para melhorar a qualidade de vida dos portadores de HIV (SIDA). Também é esperado poder melhorar sua expectativa de vida, especialmente quando os medicamentos antivirais não são bem sucedidos.

Uso tradicional dos medicamentos antivirais

Em geral, quando um paciente com HIV usa drogas antivirais, deve tomá-los todos os dias. Sem uma vacina eficaz, os pacientes dependem destes medicamentos antivirais para apoiar o seu sistema imunitário contra o vírus.

VIH das Células-tronco

Pobre cumprimento do paciente

Infelizmente, o nível de cumprimento do paciente nem sempre é elevado e o vírus tem uma capacidade muito alta de mutação escondido. O resultado foi que agora temos isolados resistentes do HIV e que são infinitamente mais difíceis de tratar. São exercidas pressões aos investigadores para encontrar algo mais eficaz e para fazê-lo rapidamente, se possível.

Como atua a terapia genética?

Acredita-se que a terapia genética tem efeitos relativamente duradouros, especialmente em comparação com a dose diária atual de medicamentos antivirais. Também um tratamento com esta terapia mostrou efeitos a mais longo prazo.

Sua ação consiste em colocar o DNA antiviral nas próprias células do sistema imunitário do paciente. Em seguida, prepará-las para lutar contra a infecção viral. A esperança é que seja uma boa alternativa para aqueles pacientes que não podem obter bons resultados com a terapia antiviral normal.

A própria terapia funciona através de um sistema de extração e purificação. Nele, as células-tronco são removidas da medula óssea do próprio paciente. Em seguida, o DNA antiviral é transferido para as células, algo que é feito em laboratório. Mais tarde, essas células são injetadas de volta no corpo do paciente.

Curar o AIDS

O DNA é importante porque ele codifica muito pequenas moléculas que são imagens espelhadas dos genes virais que o HIV usa para desencadear a doença em seres humanos. Estas pequenas moléculas, conhecidas como RNA estão suspensas dentro de uma célula imune, mas quando entram em contato com um gene do vírus, se aderem a ele.

Uso de células-tronco para curar doentes de VIH SIDA

Os pesquisadores querem começar ensaios clínicos desta nova terapia nos próximos anos, na esperança de dar tratamento direto aos pacientes com HIV, logo que possível. Os resultados positivos nos laboratórios e os grandes avanços na medicina regenerativa dão esperança aos cientistas de que a segurança e a eficácia serão igualmente fortes nos ensaios clínicos. Para portadores do HIV, é uma boa notícia poder encontrar melhores tratamentos para manter a doença sob controle.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest