Obesidade na Gravidez

Rate this post

Está preocupada com a obesidade na sua gravidez? Compreender os riscos da obesidade durante a gravidez é importante a fim de obter uma solução e ter uma gravidez saudável.

A obesidade durante a gravidez pode ter um grande impacto na sua saúde e a de seu bebê. Informação sobre as possíveis complicações e as recomendações relacionadas com seu excesso de peso e o que fazer para ter uma gravidez saudável.

Obesidade na Gravidez

Quem é considerado obeso?

A obesidade é definida como o excesso de gordura corporal. Há uma fórmula baseada na altura e peso da pessoa através da qual podemos obter o IMC ( Índice de Massa Corporal) e que muitas vezes é usado para determinar se uma pessoa é obesa. Mas deve ser um médico quem determina se a pessoa é obesa ou não, esta fórmula pode ajudar a ter uma ideia.

  • Abaixo de 18,5 – Peso Baixo
  • Entre 18,5 e 24,9 – Peso Normal
  • Entre 25 e 29,9 – Sobrepeso
  • Entre 30 e 39,9 – Obesidade
  • Mais de 40 – Obesidade extrema

A obesidade afeta a capacidade de engravidar?

Ser obesa pode prejudicar a fertilidade, inibindo a ovulação normal. A obesidade também pode influenciar o resultado da fertilização in vitro (FIV). Quando aumenta o IMC de uma mulher, também aumenta o risco de sucesso da FIV.

Como a obesidade pode afetar a minha gravidez?

A obesidade durante a gravidez aumenta o risco de várias complicações durante a gravidez, incluindo:

    • Diabetes gestacional. As mulheres obesas são mais propensas a desenvolver diabetes durante a gravidez do que as mulheres que estão com peso normal.
    • Pré-eclâmpsia. As mulheres obesas têm um risco maior de desenvolver hipertensão arterial e proteína na urina após a semana 20 de gravidez.
    • Infecção. As mulheres que são obesas durante a gravidez têm maior risco de infecções do trato urinário. A obesidade também aumenta o risco de infecção após o parto, se o bebê nasce pela via vaginal ou por cesariana.
    • Trombose. As mulheres que são obesas durante a gravidez têm maior risco de doença grave na que forma-se um coágulo de sangue dentro de um vaso sanguíneo.
    • Apneia obstrutiva do sono.
    • Podem ter maior risco de um distúrbio do sono que pode ser grave, em que a respiração repetidamente se detém e começa de novo.

A gravidez também pode agravar a apneia obstrutiva do sono existente.

  • Atrasos no parto. A obesidade aumenta o risco da gravidez se estender muito além da data prevista do parto
  • Problemas laborais. A indução do parto é mais comum em mulheres obesas. A obesidade também pode interferir com o uso de certos tipos de medicação para a dor, como por exemplo, a anestesia peridural.
  • Cesariana. A obesidade durante a gravidez aumenta o risco de emergência e a necessidade de fazer cesariana. A obesidade também aumenta o risco de complicações, tais como atraso na cicatrização e infeção das feridas. As mulheres obesas são menos propensas a ter um sucesso no parto vaginal após uma cesariana (PVDC).
  • Perda de Gravidez. A obesidade aumenta o risco de aborto espontâneo e de morte fetal.

Riscos Obesidade e Gravidez

Como a obesidade afeta o bebê

A obesidade durante a gravidez pode causar vários problemas de saúde para o bebê, incluindo:

  • Macrossomia. As mulheres obesas têm um risco maior de ter um bebê consideravelmente maior do que a média e que tem mais gordura corporal do que os bebês normais. A pesquisa sugere que quando aumenta o peso ao nascer, aumenta também o risco de obesidade infantil.
  • Condições crônicas. A obesidade durante a gravidez pode aumentar o risco de que o bebê desenvolva doenças do coração ou diabetes na idade adulta.
  • Defeitos de nascimento. A pesquisa sugere que também pode aumentar ligeiramente o risco de ter um bebê que nasce com um defeito de nascença, tais como um problema do coração ou uma doença que afeta o cérebro ou a medula espinhal (defeito de tubo neural).

Quanto peso se deve aumentar durante a gravidez

Seu peso antes da gravidez e o índice de massa corporal (IMC), bem como sua saúde e do bebê, desempenham um papel importante para determinar quanto peso você deve aumentar durante a gravidez. Consulte o seu médico para determinar o que é melhor no seu caso e para controlar o peso durante a gravidez.

Comece por considerar estas orientações gerais para o ganho de peso durante a gravidez, quando é obeso:

  • Gravidez única: Se você é obesa e gravida de um bebê, o ganho de peso recomendado é de 5 a 9 kg.
  • Gravidez múltipla: Se você é obesa e grávida de gêmeos ou outras gravidezes múltiplas, o ganho de peso recomendado é de 11 a 19 kg., dependendo do caso.

Em vez de ganhar ou perder uma quantidade específica de peso durante a gravidez, é possível que o seu médico possa encorajá-la a concentrar-se em evitar o ganho de peso excessivo durante a gravidez.

Preciso de cuidados especializados durante a gravidez?

Se você é obesa, o médico acompanhará de perto a gravidez. Dependendo das circunstâncias em que se encontre, é possível que seu médico recomende que você:

  • Os primeiros testes para diabetes gestacional. Às mulheres com risco de diabetes gestacional fazem um teste de detecção chamado teste de tolerância à glicose. Geralmente é feito entre as semanas 24 e 28 da gravidez. Se você é obesa e está grávida, seu médico pode recomendar o teste de detecção mesmo na primeira visita pré-natal. Se os resultados forem normais, é provável que repita o teste de triagem entre as semanas 24 e 28 da gravidez.
  • Atraso no ultrassom fetal. O ultrassom fetal é uma técnica de imagem que usa ondas sonoras de alta frequência para produzir imagens do bebê no útero. O ultrassom fetal é geralmente realizado entre as semanas 18 e 20 da gravidez para avaliar o crescimento e desenvolvimento do bebê. Sendo que as ondas de ultrassom não penetram facilmente no tecido adiposo abdominal (gordura) a obesidade durante a gravidez pode interferir na eficácia deste ultrassom. Os resultados do ultrassom podem ser mais detalhados se o teste é feito um par de semanas mais tarde, por exemplo, entre as semanas 20 e 22 da gravidez.
  • Ecocardiografia fetal. Seu médico pode recomendar um ultrassom fetal que fornece uma imagem detalhada do coração do bebê (ecocardiograma fetal) entre as semanas 20 e 22 da gravidez. Este teste é usado para descartar ou confirmar um defeito cardíaco congênito.
  • Visitas de pré-natal frequentes. No decorrer da gravidez, seu médico pode recomendar visitas pré-natais mais frequentes para monitorar sua saúde e a do bebê. Também pode recomendar fazer ecografias fetais mais regularmente. O ultrassom pode ajudar o médico a avaliar o crescimento do bebê.

Como conseguir uma gravidez saudável

Você pode limitar o impacto da obesidade na gravidez e garantir a sua saúde e do seu bebé das seguintes maneiras:

  • Programe uma consulta antes da concepção. Se você é obesa e está pensando em engravidar, fale primeiro com seu médico, porque lhe pode recomendar uma vitamina pré-natal diária e encaminhá-la para outros profissionais de saúde (como um nutricionista ou um especialista em obesidade) que podem ajudá-la a fazer as mudanças no seu estilo de vida e alcançar um peso saudável antes da gravidez.
  • Procure cuidados pré-natais regulares. As visitas de pré-natal podem ajudar o médico a monitorar sua saúde e do bebê. Explique ao seu médico qualquer condição médica que você possa ter (tais como diabetes, pressão arterial elevada ou apneia do sono) e fale sobre o que você pode fazer para controlá-lo.
  • Faça uma dieta saudável. Trabalhe com o seu médico ou um nutricionista na manutenção de uma dieta saudável e evitar o ganho de peso excessivo. Tenha em mente que durante a gravidez, você precisa mais ácido fólico, cálcio, ferro e outros nutrientes essenciais. Uma vitamina diária pré-natal pode ajudar a preencher as carências. Pergunte a seu médico se você tem necessidades nutricionais especiais.
  • Mantenha-se fisicamente ativa. Consulte sobre as formas seguras para se mantiver fisicamente ativa durante a gravidez.
  • Evite substâncias perigosas. Se você fuma, peça ajuda para deixar de fumar. Álcool e drogas também estão fora dos limites,. Obtenha a autorização do seu médico antes de iniciar ou parar qualquer medicação ou suplemento.

A obesidade durante a gravidez pode ter grande impacto na sua saúde e de seu bebê. Para aliviar a ansiedade, trabalhe em estreita parceria com seu médico, que vai ajudar você a evitar o ganho de peso excessivo e monitorar o crescimento e o desenvolvimento do bebê.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest